VISITANTES

Perfil

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
Um blog comprometido com o resgate da cidadania."O aspecto mais importante do caráter de Cristo, foi sua confiança na grandeza da alma humana". É necessário enxergar a verdade sobre o mundo e sobre nós mesmos, ainda que ela nos incomode e nos seja desagradável.

Pesquisar este blog

sábado, 30 de novembro de 2013

Será?!?!?!?!? 'Washington Mesquita & Benedito Domingos'

Washington Mesquita
Comenta-se, que se acentuam as discussões na cúpula das igrejas Católica e Assembleia de Deus, sobre uma eventual renúncia dos deputados Washington Mesquita e Benedito Domingos, em razão da excessiva exposição negativa na mídia de ambos.

Benedito Domingos
Como diz o velho ditado: “Vão os anéis, ficam os dedos”.

Fonte: Guardian Notícias.

Vazamento 'Wilmar Lacerda'

Figuras ilustres do PT/DF, o secretário Wilmar Lacerda e o Administrador Regional Risomar Carvalho, tem se reunido com frequência com uma bela ex-secretária do governo.

Juntos, preparam a “artilharia” contra a oposição. Parece que as chuvas do DF provocaram um “vazamento” que molhou a “munição” da turma. 

Fonte: Guardian Notícias.

Sacrificando o cordeiro 'PMDF'


A PMDF é composta por mais de cem mil pessoas, policiais militares ativos, inativos, pensionistas e dependentes. Não há necessidade de muito conhecimento para descobrir que o valor aprovado na LOA para a PMDF foi em torno de R$ 105 milhões apenas para custeio da saúde no ano de 2013, sem contar com os valores do fundo de saúde. No começo do ano, foi contingenciado 48 milhões do dinheiro rubricado para a saúde da Corporação e previsto no Fundo Constitucional.

No começo do mês de junho, o Comandante Geral solicitou a liberação total do valor contingenciado para poder prover as despesas de saúde da PMDF.

A SUTES respondeu apenas em novembro com a informação de que não seria possível liberar tal valor.

O Coronel Cordeiro, gestor da saúde da PMDF, solicitou mais informações sobre a documentação da SUTES já que havia executado até o mês de novembro mais de 80% dos valores destinados às despesas médicas da PMDF.

O Coronel tentou constantemente, pelos meios oficiais, reaver a verba contingenciada, mas não obteve sucesso.

Moral da história, o cordeiro foi sacrificado. 

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Águas Claras já tem novo administrador

Águas Claras vai ter novo administrador. O escolhido do governador Agnelo Queiroz é o ex-secretário de Educação Denilson Bento.

Com isso o comando da tumultuada administração sai do comando do deputado distrital Olair Francisco do PTdoB e vai para as mãos do PT.

Fonte: Odir Ribeiro.

Enquadrando os mensaleiros


O comando do Complexo Penitenciário da Papuda deu uma dura na turma do mensalão que está presa. O comandante reuniu os mensaleiros perfilados com as mãos para trás e foi direto ao assunto: “ Aqui todo preso é igual, vocês estão em regime especial mas são presos iguais aos outros. Não tem privilégio de visitas e tão pouco mordomias da Papuda, aqui tudo é diferente, quero vocês como preso comum para evitar problemas. Fui bem Claro.”

O comandante filmou e gravou o puxão de orelha para se resguardar de acusações de maus tratos. Pelo que parece o tratamento especial está sendo pior do que os que cumpre regime fechado na Papuda, mas a intenção do comandante é colocar ordem na casa.

Guerra vai para guerra

Sumido desde que deixou a presidência do PSDB, o atual deputado federal, Sérgio Guerra, reapareceu para tomar conta da campanha do mineiro Aécio Neves ao Palácio do Planalto. Guerra está usando a estrutura do Instituto Teotônio Vilela para montar os palanques regionais que darão sustentação a Aécio.

Nessas andanças, o dirigente tem reforçado as críticas à gestão da presidente Dilma Rousseff (PT) e apontado que "algumas coisas não estão indo bem no Brasil". "O povo nas ruas está dizendo isso e mostrando claramente que deseja mudança. Essa eleição seguirá nesse caminho", aposta o tucano.

Há quem aposte que José Serra não está gostando nada desta articulação de Guerra.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Começou mal…'Pagar pra ver!!!!'

politico safadoCerto parente de ex-deputado condenado por corrupção começou mal sua caminhada na tentativa de seguir carreira na política.

Traiu amigos e fez acordo com dois candidatos simultaneamente. Após ser descoberto, ganhou um inusitado apelido no meio político: Judas

Ninguém mais acredita no cidadão, cuja candidatura não decolou nem na própria família. E acredite: O rapaz tentou enganar até o governador do DF!  E essa história promete mais capítulos emocionantes e inacreditáveis  nos próximos dias. 

Vai se juntar a dois outros pretensos candidatos que falaram demais durante os últimos seis meses e que ficarão a ver navios nas próximas eleições. 

É o que a Bíblia ensina no livro de Provérbios: A soberba precede a queda.

Fonte: Postado por Donny Silva.

Coragem petista 'José Guimarães'


O líder do PT, José Guimarães – irmão de José Genoíno - comunicou ao Planalto que o PT do Ceará terá uma vaga na chapa majoritária nas eleições de 2014 ao lado do governador Cid Gomes. E esse lugar caberá ao próprio Guimarães. Está acertado entre Cid e Guimarães, que o petista tentará trocar a Câmara Federal pelo Senado, ocupando o posto hoje ocupado pelo senador Inácio Arruda, do PCdoB, que sonhava em ter o apoio da presidente Dilma e de Lula.

O PT bateu o martelo, e descarta ceder para o comunista que tentaria a sua reeleição. Sem respaldo do PT e também dos irmãos Cid e Ciro Gomes, a Inácio só restará disputar um mandato de deputado federal.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Agnelo tem pedido negado pelo TJDFT em inquérito que envolve as distritais Eliana Pedrosa e Celina Leão

 
O inquérito policial Nº 29/11 DECO (ainda em apuração), investiga se as distritais Eliana Pedrosa e Celina Leão, praticaram o crime de denunciação caluniosa  contra o governador Agnelo Queiroz, que sentiu-se ofendido por terem as distritais denunciado ao Ministério Público Federal, os supostos crimes cometidos quando ele esteve na Anvisa.

A denúncia das distritais ao Ministério Público Federal, originou o Inquérito nº 788/DF em curso no STJ, e que está sob a relatoria do ministro Herman Benjamim na Corte Especial. Lá no STJ, o ministro já determinou diversas diligências, dentre elas, que o Banco Central preste informações, a oitiva de testemunhas, Daniel Almeida Tavares, Fernando de Castro, oitiva de servidores da ANVISA e pediu informações às Seções Judiciárias da Bahia e do DF. Leia aqui o despacho do ministro do STJ.

Pois bem, diante do andamento do inquérito no STJ, o relator do Inquérito da DECO local, no Tribunal de Justiça do DF – desembargador Getúlio de Morais Oliveira – decidiu suspender o inquérito que investiga os supostos crimes das deputadas, pelo prazo de seis meses, até a conclusão, pelo Superior Tribunal de Justiça que decidirá pela existência, ou não, dos crimes supostamente cometidos por Agnelo Queiroz quando esteve na ANVISA.

Ciente da suspensão do inquérito, o governador, resolveu pedir a reconsideração da decisão do Desembargador, para que determinasse o prosseguimento das investigações contra as parlamentares.

O desembargador Getúlio de Morais Oliveira do Tribunal de Justiça do Distrito Federal acolheu a manifestação do Ministério Publico local e indeferiu o pedido do governador. O inquérito vai permanecer suspenso. 

Leia a decisão abaixo. 

Órgão : CONSELHO ESPECIAL Classe : INQUÉRITO Processo Número : 2011 00 2 023404-3 Requerente(s) : D. D. E. R. A. C. O. Indiciado : E. A. Relator : Desembargador GETÚLIO DE MORAES OLIVEIRA

Vistos, etc.

Trata-se de pedido de reconsideração parcial, formulado pelo Sr. Governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, em face da Decisão de fls. 252/257, que acolheu a manifestação do Ministério Publico de fls. 244/249 e determinou a suspensão do processo pelo prazo de seis meses.

Sustenta, em síntese, que além do crime de denunciação caluniosa atribuído às Deputadas Distritais, Celina Leão e Eliana Pedrosa, e às pessoas de Eduardo Pedrosa e vulgo “Bonach”, outros crimes lhes foram atribuídos - corrupção e coação no curso do processo e falsidade ideológica - razão pela qual, sem prejuízo do que vem sendo apurado pelo C. STJ, afirma que o processo deve prosseguir em relação a tais imputações.

Tais assertivas, contudo, não se mostram hábeis à alteração dos termos do que foi decidido às fls. 252/257.

Conforme oficiou a Douta Procuradoria de Justiça às fls. 276/279, o prosseguimento do feito em relação aos aludidos crimes só se justificaria se restasse sobejamente demonstrado que não procedem os fatos que foram atribuídos ao Sr. Governador do Distrito Federal, os quais estão sendo apurados perante o Superior Tribunal de Justiça no INQ 788/DF. Se o resultado for diverso, fica prejudicada a possível suspeita de que as parlamentares e os demais investigados sejam autores dos delitos descritos nos artigos 343, caput, e 344 do Código Penal.

Nesse sentido, a manifestação ministerial:

[...] caso reste evidenciado que, de fato, Agnelo Queiroz recebeu vantagens indevidas para beneficiar a União Química Farmacêutica Nacional S/A no período em que ocupava o cargo de Diretor de Inspeção da Agência Nacional de Vigilância Sanitária -ANVISA-, fica prejudicada a possível suspeita de que as parlamentares e os demais investigados sejam autores dos delitos descritos nos artigos 343, caput, e 344, ambos do Código Penal. Pelo contrário; os indícios de tais crimes seriam desfavoráveis ao próprio requerente, uma vez que ele passaria a figurar como principal interessado em conspurcar a administração da justiça mediante a alteração dos depoimentos de sua principal testemunha, Daniel Almeida Tavares.

Pelas mesmas razões acima expostas é que não se podem considerar, desde já, falsas, nos termos do artigo 299, caput, do Código Penal, as declarações inseridas no documento elaborado em nome da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania e Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Legislativa do Distrito Federal, no bojo da qual Daniel Tavares formaliza acusações contra o Governador Agnelo Queiroz, as quais, posteriormente, foram por ele mesmo desmentidas.

Desse modo, a Procuradoria-Geral de Justiça não vislumbra razão jurídica para afastar a decisão já proferida por Vossa Excelência à fls. 252/257, por meio da qual se determinou o sobrestamento deste procedimento investigativo, pelo prazo de seis meses, até a conclusão, pelo Superior Tribunal de Justiça nos autos do INQ 788/DF, pela existência, ou não, do crime cometido pelo Governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz.

A deflagração precipitada de qualquer investigação quanto aos supostos delitos apontados pelo requerente, antes da decisão da Colenda Corte Superior, implicaria paralelismo com a apuração que se dá exatamente no Superior Tribunal de Justiça, o que uma vez mais justifica a sentença da r. decisão de fls. 252/257.

Diante do exposto, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios manifesta-se pelo indeferimento do pedido de reconsideração parcial, pugnando pela manutenção da respeitável decisão de fls. 252/257 por seus próprios e jurídicos fundamentos.” (fls. 278/279)

Com efeito, recomenda-se, no caso, aguardar o pronunciamento do Colendo STJ acerca do INQ 788/DF, sendo esta a razão pela qual determinei a suspensão do processo pelo prazo de seis meses, Decisão que mantenho por seus próprios e jurídicos fundamentos, aos quais acrescento o que consta do parecer ministerial acima transcrito.

Sendo assim, por não se mostrarem as razões elencadas pelo Requerente hábeis à reforma da Decisão de fls. 252/257, INDEFIRO O PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO.
Intimem-se.

Brasília, 18 de novembro de 2013.

Des. GETÚLIO DE MORAES OLIVEIRA - Relator

Fonte: Edson Sombra / Redação com informações do TJDFT e STJ.

Prisões dos Mensaleiros: Juízes determinam fim de ‘privilégios’ a presos na Papuda

Bruno Silva Ribeiro

Decisão da Vara de Execuções Penais do DF estabelece isonomia de tratamento na penitenciária onde estão condenados no mensalão.

A Justiça do Distrito Federal determinou que os condenados do mensalão recebam, no presídio da Papuda, o mesmo tratamento dado aos demais presos. Na decisão, os juízes da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal afirmam que o tratamento desigual provoca instabilidades no sistema carcerário. Desde que foram presos, os condenados no mensalão receberam visitas fora no horário normal de visitações e chegaram, conforme o Ministério Público, a receber pizzas encomendadas pela Polícia Federal.

Os juízes da Vara de Execuções determinaram ainda que Simone Vasconcelos, ex-diretora da empresa SMPB, e Kátia Rabelo, ex-presidente do Banco Rural, sejam transferidas para o presídio feminino para cumprirem suas penas. As duas estão presas no 19º Batalhão da Polícia Militar no Complexo da Papuda, área reservada para presos militares.

O tratamento dispensado aos condenados foi criticado por familiares de demais presos, que costumam passar horas na fila para conseguirem visitar seus parentes. Um documento feito pelo MP, que inspecionou o local em que o ex-presidente do PT José Genoino está preso, mostrou que a PF chegou a pedir pizza "tarde da noite" no dia em que os condenados foram presos.

"Penso que não há qualquer justificativa para que seja dado a um interno/grupo específico tratamento distinto daquele dispensado a todos os demais reclusos, valendo consignar que é justamente a crença dos presos nesta postura isonômica por parte da Justiça do Distrito Federal que mantém a estabilidade do precário sistema carcerário local", decidiu a Vara.

Bruno Silva Ribeiro
Os juízes Bruno Silva Ribeiro, Ângelo Fernandes de Oliveira e Mário de Assis Pegado, que assinam a decisão, não mencionam expressamente o grupo de condenados por envolvimento no mensalão. O titular da Vara, Ademar Silva de Vasconcelos, não assinam a decisão. Suas decisões e postura desagradaram o presidente do STF, Joaquim Barbosa.

Deficiente - O tratamento diferenciado só teria justificativa, dizem os magistrados, se fosse possível admitir a existência de dois grupos de seres humanos: "um digno de sofrer e passar por todas as agruras do cárcere e, outro, o qual deve ser preservado de tais efeitos negativos, o que, evidentemente, não é legítimo admitir".

Os juízes afirmam ainda que é "fato público e notório" que o sistema carcerário brasileiro é deficiente, mas acrescentam que isso não seria justificativa para tratamento diferenciado. Por isso, alegando ser necessário o "restabelecimento da harmonia no sistema prisional", os juízes da Vara de Execuções Penais determinaram a "estrita observância por parte das autoridades penitenciárias locais das prescrições regulamentares, legais e constitucionais, especialmente no que se refere ao tratamento igualitário a ser dispensado".

A decisão decorre de manifestação do Ministério Público do DF, que fez uma inspeção nos dias 25 e 26 de novembro. A inspeção constatou um "clima de instabilidade e insatisfação" na penitenciária.

Fonte: Felipe Recondo - O Estado de S. Paulo.

Irmãos e inimigos 'José Dirceu'


Apesar de irmãos, o futuro patrão de José Dirceu, o empresário Paulo Abreu e o presidente nacional do PTN, José de Abreu, mal se falam e têm interesses antagônicos. Em São Paulo, Paulo é dono da rádio Tupi AM e FM, José de Abreu é proprietário da Atual AM, e já foi deputado federal. A origem do conflito familiar teria sido a divisão de patrimônio. Quem sempre militou na política foi José de Abreu, e foi seu prestígio que garantiu ainda no período do regime militar as primeiras concessões de rádio para São Paulo.

Arrependido

Paulo Abreu estaria arrependido de ter concordado com seus advogados, Antonio Almeida de Castro e Sigmaringa Seixas, em dar emprego ao ex-ministro condenado José Dirceu. Atraiu para si os holofotes da mídia nacional e internacional, e gerou uma revolta de seus funcionários, especialmente dos gerentes que não ganham altos salários e reclamam de benefícios trabalhistas. Se pudesse recuar, Paulo Abreu diria para Dirceu arrumar outro emprego. O preço que ele diz estar pagando está sendo alto demais, pois agora nem a presidente Dilma nem a Anatel nem o Ministério das Comunicações poderão atender aos seus pleitos.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

De olho na cadeira 'Jorge Xavier'


O Diretor Geral da Polícia Civil do Distrito Federal, Jorge Xavier, trabalha nos bastidores para ser o próximo Secretário de Segurança Pública do DF no lugar do atual secretário, Sandro Avelar, que deixará a secretaria para concorrer uma cadeira na câmara federal.

Corre a boca grande dentro da polícia que Jorge Xavier só não sentará na cadeira de Sandro Avelar se as modificações políticas que fez dentro da PCDF sair do seu controle. Há quem diga que as investigações feitas pela DECO e pela Decap são capazes de mexer com o cenário político de 2014. Só para se ter uma ideia na segunda-feira 25/11, a GAEACO fez uma devassa na Administração Regional de Vicente Pires, ligada ao deputado federal Geraldo Magela. O material encontrado é nitroglicerina pura.

Mas Sandro Avelar vem trabalhando fortemente para deixar no seu lugar seu chefe de gabinete o Dr. Rômulo, delegado da Polícia Federal, homem de inteira confiança de Avelar e responsável direto pela "Ação pela Vida", programa da Secretaria de Segurança que tem reduzido os índices de criminalidade no DF, tornando o sonho de Jorge Xavier um pesadelo.

Há quem aposte que Sandro Avelar vai ser o vencedor, mesmo porque quem apoia Xavier é a autoridade parlamentar, deputado distrital, Chico Vigilante, que tem algumas pendências em delegacias espalhadas por Brasília.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Patrício é a escolha que Benedito Domingos não queria


O sorteio na Comissão de Ética ocorrido na manhã desta terça-feira, 26, não foi nada promissor para o deputado distrital, Benedito Domingos (PP).

A escolha do deputado Patrício (PT) selou de vez o destino de Benedito. Claro que ninguém deve antecipar resultados, mas todos sabem a postura firme do ex-cabo.

Agora só resta a Benedito Domingos se defender e esperar a sua vez de ser julgado pelos outros parlamentares no plenário. Benedito já sabe que nas mãos de Patrício o seu destino está selado.

Raad Massouh que o diga.

Fonte: Odir Ribeiro.

Izalci no Centro-Oeste


Movimentação do deputado Izalci Lucas tem causado surpresa no ninho tucano. Depois de realizar reuniões com pré-candidatos, juventude e mulheres tucanas, todas, diga-se de passagem, com altíssimo quórum, o parlamentar conseguiu fazer barulho no encontro realizado em Goiânia na última sexta-feira, 22.

Com gritos de guerra, a turma do tucano lotou dois ônibus e já chegou à reunião roubando a cena. Teve elogios e aplausos da alta plumagem, leia-se Aécio Neves, que parou seu discurso para falar de Izalci.

A verdade é que a liderança de Izalci é inconteste, tanto dentro da Câmara, quanto fora dela com os eleitores. Não é a toa que o tucano teve quase 100 mil votos na eleição passada. O ninho anda alvoroçado e tem gente já ficando vermelhinha de raiva.

Fonte: Odir Ribeiro.

"Coronel Jooziel, peça para sair. Vá embora!"

Governador Agnelo cumprimenta Jooziel em sua cerimônia de posse no dia 07 de maio de 2013 na Academia da Polícia Militar, ao lado do antecessor coronel Suamy Santana.

O comandante geral da Polícia Militar não cumpre determinações do governador, e com um total de R$ 86,5 milhões para serem usados no atendimento médico da corporação, policiais e seus dependentes, até o final do dia de ontem, permaneciam sem acolhimento na rede credenciada.

A causa da suspensão dos convênios da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), não é a ausência de recursos, mas a falta de autoridade. A corporação tem em caixa recursos que poderiam ser usados diretamente no Fundo de Saúde, em gastos com atendimento médico-hospitalar. Porém, o comando da PMDF não aproveitou o dinheiro. Destinados originalmente para a compra de equipamentos, os recursos poderão ser remanejados.

Não é novidade para ninguém da área da segurança pública, que o comandante geral da PM, compõe a chapa com o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar, para a Câmara Legislativa. Sandro tentará uma cadeira de deputado federal.

A PM diz que precisa de recursos para continuar o atendimento aos policiais e seus familiares. Mentira, ela tem dinheiro.

O ato praticado por Jooziel foi um atentado às vidas dos policiais e de seus familiares, e expôs o governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz, ao ridículo, ao passar informações truncadas e inverídicas ao chefe do executivo, Jooziel quebrou a hierarquia. Induziu a erro o seu comandante em chefe, ao lhe informar que os convênios foram suspensos por “iniciativa isolada do chefe do Departamento de Saúde”, ele se esquivou da verdade. Vendeu ao chefe do executivo uma mentira. Não reúne mais condições de continuar no comando da Policia Militar. A regra é clara, ao omitir  a realidade dos fatos,Jooziel quebrou a relação de confiança, quebrou a  hierarquia.

O coronel Jooziel não foi transparente, ou desconhece os caminhos administrativos da sua corporação. Expôs toda a corporação perante a opinião publica, deixando-a como se ela fosse irresponsável e indisciplinada.

Na tentativa de se eximir da responsabilidade, atribui ao seu subalterno a autoria do ato.

Agnelo, induzido a erro por Jooziel, diante das redes de tevês, disse acreditar que o ato se tratava de uma tentativa de sabotagem, às vésperas de ano eleitoral.  "Foi uma decisão unilateral e irresponsável por parte do coronel, suspender a assistência à saúde dos militares e suas famílias”, na certeza que a responsabilidade seria do ex-diretor de saúde da PM Sergio Luiz de Souza Cordeiro. Mentira, e o comandante geral da Policia Militar sabe disso.

A mentira é tamanha, que se a culpa fosse exclusiva do coronel demitido do cargo, Sergio Luiz de Souza Cordeiro, bastaria que o próprio comandante emitisse um comunicado à rede credenciada, autorizando o atendimento. Se a ordem para que interrompesse o atendimento foi sabotagem, bastaria outra ordem autorizando a prestação do serviço. Contudo, Jooziel não tomou esta providência. A reativação dos serviços depende de outras “ordens”, e Jooziel sabe.

Não houve sabotagem, houve irresponsabilidade, desrespeito a todos. Dinheiro existe, e o comandante da Policia Militar sabe. E isso prevalece para outras autoridades que participaram desse ato desastroso e irresponsável.

"Vá embora coronel Jooziel, peça para sair, o seu tempo terminou."

Fonte: Edson Sombra / Redação com informações do Correio Braziliense.

PGR vai apresentar ações contra parlamentares 'infiéis'

 Alvos serão políticos que se filiaram a partidos recém-criados e depois voltaram para siglas tradicionais; PGR não informou nomes.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou nesta quinta-feira que vai apresentar à Justiça “mais de uma dezena” de pedidos de cassação de parlamentares.

 Os alvos dos processos serão os "infiéis": políticos que usaram partidos em processo de criação como "escala" para driblar a legislação e se filiar a outras siglas tradicionais. Janot não informou o nome dos parlamentares que estão na mira do Ministério Público. 

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o troca-troca partidário só é permitido quando há perseguição contra um filiado, se a sigla altera sua linha programática ou nos casos de criação ou fusão de legendas. 

Neste ano, entretanto, parlamentares migraram para os recém-criados Pros e Solidariedade e, em seguida, aderiram a siglas tradicionais. “Já tomamos a iniciativa judicial. Serão mais de uma dezena de ações para cassação desses mandatos”, disse Rodrigo Janot. 

Para explicar a situação, o procurador-geral comparou a mudança de legenda a uma viagem de avião com escalas. “Quando eu pego um voo daqui para Fortaleza e faço uma escala em Salvador, meu voo continua sendo Brasília-Fortaleza. O que fiz foi uma simples escala em Salvador. Quando esses parlamentares vão de um partido existente para outro existente, com uma escala em um novo, na verdade isso é uma forma de superar o obstáculo da fidelidade partidária”, disse.

Fonte: Laryssa Borges - Revista Veja.

Sem medalha 'José Genoíno'


Se já não bastasse a condenação à prisão, agora corre nas redes sociais uma campanha que se espalhou como um rastilho de pólvora. Acontece que o então presidente do Partido dos Trabalhadores, José Genoíno, a pedido do então presidente Lula e com a chancela do então Ministro Chefe da Casa Civil, José Dirceu, foi condecorado com a Medalha do Pacificador em abril de 2002.

Agora quase 12 anos depois, internautas querem fazer valer a cassação da medalha para quem tenha sido condenado pela Justiça do Brasil, em qualquer foro, por sentença transitada e julgada, por crime contra a integridade e a soberania nacionais.

A campanha promete colocar o comandante do Exercito em uma saia justa, afinal não vai ser nada fácil neste momento levar essa noticia ao ex-presidente do Partido dos Trabalhadores, o mensaleiro, José Genoíno.

O movimento já chegou na casa de milhões de adesões.

Solidão de um mensaleiro

Recolhido a um hotel em Brasília à espera de sua prisão, o ex-deputado Pedro Correa chegou a ir até o Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir ao presidente Joaquim Barbosa que decretasse logo a sua ida para a penitenciária da Papuda.

Correa Alega que não aguenta mais a angústia de ficar esperando o momento de ser preso. Essa espera está o deixando doente. O presidente do STF, Joaquim Barbosa, nem o recebeu. Para completar, a família de Correa não o convence a voltar para Pernambuco e o mensaleiro continua solitário no hotel esperando a hora chegar.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Desespero de um mensaleiro 'José Genoino'


O líder do PT, José Guimarães, tentou de todas as maneiras convencer o presidente Henrique Alves a se envolver e adiar o anúncio do laudo médico que dizia não ser grave a doença de seu irmão, o deputado licenciado José Genoíno. Além de Guimarães, outros petistas como o vice-presidente da Câmara, André Vargas, entraram na pressão para ganhar tempo e encontrar uma solução para salvar Genoíno da cassação em plenário. Com a publicação da PEC do voto aberto, não há dúvidas no PT que José Genoíno será cassado.

Deu tudo errado no laudo

O PT e José Genoíno não contavam com o laudo dos médicos contrário a sua aposentadoria. Era fundamental ter saído o laudo médico para aposentá-lo. Não estava nos planos petistas, os médicos desconsiderarem a aposentadoria dele. O desespero com a divulgação do primeiro documento assinado pelos cardiologistas foi tão grande que houve gente dentro do PT que chegou a indagar se o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, não teria interferido junto aos médicos para prejudicar Genoíno. Com o laudo da Câmara confirmando o do Supremo, a tese conspiratória caiu por terra.

Outra tentativa de salvar Genuíno é o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, não realizar sessão ordinária inviabilizando a mesa diretora deliberar sobre a cassação hoje.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Arquivo Público e 'Caixa de Pandora'

GDF faz mudança de instalações do Arquivo Público para alcançar a documentação do escândalo da 'Caixa de Pandora' com objetivo de eliminar possíveis indícios que envolvam o governador Agnelo Queiroz. No novo local, um galpão no setor de garagens próximo ao Buriti, estão depositados os computadores e outros equipamentos recolhidos da Link Net, apreendidos pela justiça ainda não totalmente avaliados.

Segundo o superintendente do Arquivo Público, Gustavo Chauvet e seu assessor Wilson Jardim, a mudança trará novos rumos para o Arquivo e também para a próxima gestão, já antecipando a vitória petista. 

Fonte: Informando e Detonando.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Bate papo na Rádio Federal no Programa da Cris 'Sucesso'


Ontem dia 27 de Novembro tivemos a participação no Programa da Cris na Rádio Federal, foi um bate papo extremamente produtivo, com gente de mente aberta da Capital Federal e com postura positiva, com ideias, acima de tudo, com soluções para a nossa capital.


Conversamos sobre atualidades da política 'DESASTROSA' no Distrito Federal e da incompetência do atual
'DESGOVERNADOR' Agnelo Queiroz, que vendeu Brasília em suas barganhas políticas com alianças mafiosas do toma lá dá cá, um 'DESGOVERNADOR' que ganhou uma eleição de WO, e deu no que deu.

Gostaria de agradecer imensamente a RÁDIO FEDERAL pelo convite através da Cristiane De Oliveira Alves com seu Programa da Cris e pelo excelente bate papo com seus convidados, o suplente de Deputado Distrital Dr Charles Roberto, Aderivaldo Cardoso do Blog Policiamento Inteligente a empresária Vânia Gurgel recém filiada ao partido PROS e também ao parceiro que deu aquela força com sua presença Eduardo Rodrigues Gestor Imobiliario.

Cris, desejo muito sucesso ao seu programa e que continue autêntica em suas posições e firmeza nas suas ideias. 


Conte sempre comigo, muito obrigado.

Fonte: Informando e Detonando por Sérgio Loros.