VISITANTES

Perfil

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
Um blog comprometido com o resgate da cidadania."O aspecto mais importante do caráter de Cristo, foi sua confiança na grandeza da alma humana". É necessário enxergar a verdade sobre o mundo e sobre nós mesmos, ainda que ela nos incomode e nos seja desagradável.

Pesquisar este blog

terça-feira, 31 de julho de 2012

CONHEÇA OS MINISTROS QUE VÃO JULGAR NO MENSALÃO


Fonte: Facebook

Chantagem com Veja faz Bastos deixar Carlinhos Cachoeira

Chantagem com Veja faz Bastos deixar Cachoeira 

Ex-ministro anuncia que não vai mais advogar para contraventor; decisão foi motivada por tentativa de coação feita por Andressa Mendonça sobre juiz federal; de R$ 15 milhões combinados para a defesa, Marcio Thomaz Bastos rebeceu R$ 5 milhões; escritório adianta que dinheiro não vai ser devolvido; é caixa!
 
247 – A toalha está no tablado. O advogado e ex-ministro da Justiça Marcio Thomaz Bastos anunciou nesta terça-feira 31 que abandonou a defesa de seu até então cliente Carlinhos Cachoeira. A decisão foi motivada pela detenção, ontem, em Goiânia, da mulher de Cachoeira, Andressa Mendonça, acusada de tentar chantagear o juiz federal .... Na versão dele, Andressa afirmou que o jornalista Policarpo Jr., diretor de redação da revista Veja em Brasília, havia produzido um dossiê com notícias negativas sobre o juiz, a pedido de Cachoeira.

As informações poderia não ser publicadas, também pode decisão de Cachoeira, se ele concedesse um álvara de soltura ao marido dela. O assédio foi denunciado à Polícia Federal, que realizou busca e apreensão na casa de Andressa e a deteve para esclarecimentos. Libertada, ela terá de pagar R$ 100 mil como fiança e foi proibido de visitar o marido no presídio da Papuda.

Sob a defesa de Thomaz Bastos, Cachoeira foi orientado a não se pronunciar diante da CPI montada para esclarecer o caso. O contraventor também foi instruído a ser evasivo na audiência diante da Justiça de Goiás, na semana passada. O ex-ministro impetrou três pedidos de habeas corpus para Cachoeira, mas não teve sucesso em nenhum.

Informação não desmentida deu conta da cobrança de R$ 15 milhões em honorários advocatícios, a serem pagos em três parcelas. A primeira, de entrada, foi paga, caso contrário o advogado não teria comparecido com o cliente na CPI do Cachoeira.

"A saída do caso foi amigável. Nosso acordo era defender o empresário Carlinhos Cachoeira apenas até a audiência da semana passada. Fui uma saída natural", disse a advogada Dora Cavalanti, da equipe de Thomaz Bastos, ao jornal Folha de S. Paulo. "Durante o processo surgem atritos naturais entre o cliente e seus defensores". Segundo advogados da equipe, não há previsão de pagamento por ressarcimento ao réu.

Fonte: Brasília 247 - 31 de Julho de 2012 às 11:27

DIRETOR DO DETRAN/DF DEVE DEIXAR O CARGO

Segundo fontes do Palácio do Buriti que foram ouvidas pelo blog, o diretor do Detran-DF José Alves Bezerra, deve ser substituído nas próximas horas.

Apuramos também que no lugar de Bezerra deve entra um delegado da Polícia Civil.  Leia Mais

Fonte: Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

NO NOME DA FILHARADA

Imagens revelam proximidade de Agaciel (boné vermelho) com o comparsa do Cachoeira

A Polícia Federal descobriu na casa de José Olímpio Queiroga Neto, um dos comparsas do bicheiro Carlinhos Cachoeira, um pen-drive com fotos do deputado distrital Agaciel Maia durante uma viagem de família à Europa. 

Namorada de um dos filhos de Agaciel, a filha de Olímpio também está na viagem. Leia mais
 
Fonte: Veja.com - Radar on-line - 31/07/2012
Blog do Edson Sombra

THOMAZ BASTOS NÃO É MAIS ADVOGADO DE CARLINHOS CACHOEIRA

Marcio Thomaz Bastos não é mais o advogado de Carlinhos Cachoeira.

Bastos abriu mão do cliente depois das ameaças, da chantagem e da tentativa de corrupção ativa que Andressa Mendonça fez ao juiz Alderico Santos. 

Oficialmente, contudo, não será esta a explicação. 

Depois daação de madame Cachoeira... Leia Mais

Fonte: Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

Andressa Cachoeira: bonitinha, mas… extraordinária!


Andressa (Cachoeira) Mendonça é uma mulher bonita e instigante. Deslumbrou o País quando desfilou como aspirante ao posto de Musa da CPI estrelada pelo marido Carlinhos.

Até aqui, salvo uma declaração ou outra denotando sua incrível ingenuidade, vinha se comportando como uma exemplar mulher de preso. Levava quetinha para o marido, fazia companhia a ele, visitava-o amiúde.


Chegou a ser cogitada para uma cadeira na Câmara Federal. Pelo que demonstrou, tem um imenso talento para a política.
Leia mais
 
Fonte: Blog do Pannunzio - 31/07/2012
Blog do Edson Sombra

Toffoli vai participar do julgamento do mensalão

O ministro José Dias Toffoli decidiu participar do julgamento do mensalão, que se inicia nesta quinta (2). Em diálogos privados, disse avaliar que não há razões para declarar-se impedido

 
Toffoli foi enviado ao Supremo por Lula, de quem é amigo e a cujo governo serviu como Advogado-Geral da União. Antes, trabalhara como assessor da Casa Civil na época em que a repartição era chefiada pelo réu José Dirceu. Antes, advogara para o PT junto à Justiça Eleitoral… Leia mais
 
Fonte: Blog do Josias - 31/07/2012
Blog do Edson Sombra

Dois dias depois de tentar atingir ministro do Supremo, máfia resolve atacar a VEJA


Quem será o próximo? O procurador-geral da República?

Faz dois dias, veio a público aquilo que deveria ser uma “bomba” contra Gilmar Mendes: uma suposta lista de gente que teria recebido propina de Marcos Valério. A estrovenga teria sido elaborada em março de 1999 e, pasmem!, assinada por Marcos Valério.

Vale dizer: o empresário não só admitiria o crime — no caso, corrupção ativa — como ainda assinaria embaixo. Gilmar aparece ali, em março de 1999, como titular da AGU.


Ele só foi indicado para o cargo em janeiro do ano seguinte. Na lista, também está o agora senador Delcídio Amaral (MS), um petista.


Mas não um petista qualquer: foi presidente da CPMI dos Correios, que apurou uma boa parte da lambança dos mensaleiros.


Em 1999, ele nem havia se candidatado ainda a cargo eletivo. Por que alguém se interessaria em, digamos, comprá-lo? Isso fala sobre a seriedade da lista. A “bomba” falhou. Armada por ineptos. Leia mais

 
Fonte: Veja.com - Reinaldo Azevedo - 31/07/2012
Blog do Edson Sombra

PARECER MAROTO NÃO ALTERA O RUMO DO JULGAMENTO


O Supremo Tribunal Federal não levará em conta a jogada de última hora, no Tribunal de Contas da União, para tentar descriminalizar o mensalão do governo Lula.

O parecer que fez alegria dos mensaleiros foi obra da ministra Ana Arraes, mãe do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, grande aliado de Lula. Ministros do STF admitiram à coluna, em ”off”, que o parecer não vai alterar os rumos do julgamento.

Aliada agradecida

Ana Arraes virou ministra porque Lula se engajou em sua “campanha”, na Câmara, a pedido de Eduardo Campos, amigo dele e filho dela.

Mão lava a outra

Apesar de “perplexos com a ousadia”, ministros do STF, elegantes, dizem que Ana Arraes apenas “retribuiu a gentileza” de sua nomeação.

Relator reconhecido

Relator do caso, o ministro Joaquim Barbosa vai iniciar a intervenção, no julgamento do mensalão, fazendo elogios rasgados ao próprio STF.

STF deu suporte

Joaquim Barbosa dirá que recebeu dos colegas e da direção do STF todo suporte necessário ao trabalho de relator do caso do mensalão.

Fonte: Cláudio Humberto

CNJ doa a 11 Estados aeronaves apreendidas por tráfico de drogas

Aviões e helicópteros serão usados por tribunais estaduais e por Forças de Segurança Pública

Aviões que serviram ao tráfico de drogas vão ser usados para a segurança de 11 Estados brasileiros. A entrega foi feita por Eliana Calmon, corregedora de Justiça

A corregedora Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, entregou, nesta segunda-feira (30), 16 aeronaves de pequeno porte, apreendidas por tráfico de drogas, para uso compartilhado do Poder Judiciário e das Forças de Segurança Pública de 11 Estados brasileiros. Leia mais
 
Fonte: Época.com com Agência Brasil - 31/07/2012
Blog do Edson Sombra

segunda-feira, 30 de julho de 2012

INCHAÇO NO PESCOÇO INCOMODA LULA

Cinco meses depois de ter concluído um tratamento contra o câncer na laringe, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva demonstrava incômodo com o inchaço na região do pescoço – reflexo das sessões de radioterapia. Aliados do ex-presidente relataram que ele aparenta estar bem de saúde.

Lula protagonizou uma produção em série de fotografias para estampar os cartazes de petistas e aliados na eleição deste ano. O cabo eleitoral mais requisitado dessas eleições passou a manhã desta segunda-feira, 30, posando ao lado de cerca de 100 candidatos no salão de um hotel na Zona Sul de São Paulo. O ex-presidente continua poupando sua voz e fez uma sessão de fonoaudiologia no próprio hotel antes das fotos.

Foram convidados 84 petistas e 34 candidatos apoiados pelo PT nas capitais e municípios com mais de 150 mil eleitores. A três dias do início do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), foi notada no evento a ausência de João Paulo Cunha, que é um dos 38 réus do processo e candidato do PT à prefeitura de Osasco, a uma hora de distância do hotel.

Fonte: Estadão

TSE arquiva pedido de adiamento do julgamento do mensalão no Supremo

A presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, decidiu nesta segunda-feira (30) pelo arquivamento da solicitação de adiamento do julgamento do mensalão feita por seis advogados de São Paulo.

Eles queriam que o Supremo Tribunal Federal (STF) só começasse a analisar o processo depois das eleições de outubro.

Três dos seis advogados são ligados ao PT. Cármen Lúcia argumentou que não cabe à Justiça Eleitoral interferir nos julgamentos do Supremo. "Além de serem vagos e imprecisos os argumentos apresentados, baseados em suposto desequilíbrio no processo eleitoral decorrente do julgamento da ação penal mencionada, é de conhecimento não caber a este tribunal representar junto ao STF preocupações e interesses de réus em qualquer ação penal ali em tramitação, ainda que sejam candidatos ou dirigentes de partidos políticos", diz a ministra.

Fonte: Cláudio Humberto

Detida na PF, fiança de Andressa é de R$ 100 mil

Detida na PF, fiança de Andressa é de R$ 100 mil

Mulher de Carlinhos Cachoeira fica proibida de visitar marido na penitenciária da Papuda; PF investiga possível tentativa de chantagem sobre juiz Alderico Rocha; pena pode variar de 2 a 12 anos de prisão; musa da CPI já se dá mal
 
247 O jogo virou contra a musa da CPI, Andressa Mendonça, mulher do contraventor Carlinhos Cachoeira. Após ter a casa onde vive ocupada na manhã desta segunda-feira 30 por uma operação de busca e apreensão da Policia, ela terá de pagar R$ 100 mil se quiser sair da delegacia da PF, em Goiânia, onde foi detida para esclarecimentos. Ela é suspeita de ter tentado chantagear o juíz federal Alberico Rocha, com o sentido de obter decisão favorável à libertação do companheiro. Ele está preso na penitenciária da Papuda, em Brasília. Em entrevista coletiva no final da manhã, o delegado Sandro Paes Sandre, da PF em Goiás, informou que ela está proibida de visitar seu marido.

"Caso essas medidas não sejam atendidas, Andressa terá a prisão preventiva decretada e ficará presa na PF", afirma o delegado. O pagamento da fiança no valor de R$ 100 mil, segundo Sandre, deve ser feito imediatamente. O valor deverá ir para a conta do juiz e ficar anexado ao inquérito. "Se for comprovada a oferta, ela pode pegar de 2 a 12 anos de reclusão pelo crime de corrupção ativa e ficará presa na PF", esclarece o delegado.

O juiz Alderico Rocha Santos, da 11ª Vara da Justiça Federal de Goiânia, foi quem conduziu a audiência, na semana passada, do processo referente à Operação Monte Carlo. O contraventor e mais sete são réus na ação penal. Todos ficaram em silêncio na audiência. Em entrevista ao portal G1, Santos afirmou que Andressa o chantageou, pedindo a soltura do marido em troca da não publicação de um dossiê contra ele em uma revista semanal de circulação nacional.

Fonte: Brasília 247 - 30 de Julho de 2012 às 13:01

Araponga do bando do Cachoeira desenvolveu indústria da espionagem em Nova Iguaçu

Quem tem e-mail que se cuide



E-mails rastreados pelos arapongas

As investigações da Polícia Federal sobre o bando do bicheiro Carlinhos Cachoeira revelam que os arapongas Idalberto Matias de Araújo, o Dadá, e Jairo Martins, tinham um plano ambicioso para fazer dinheiro rastreando e-mails de internautas de cidades inteiras. Leia mais
 
Fonte: Veja.com - Radar on-line - 30/07/2012
Blog do edson Sombra

NOVO INCÊNDIO À VISTA NA CLDF...

Uma história surpreendente promete agitar a Câmara Legislativa do Distrito Federal neste segundo semestre. Intrépido deputado distrital atuou como lobista na defesa de interesse de conhecido Shopping no DF.

Houve êxito na empreitada e uma das formas de pagar o parlamentar pelo serviço prestado, foi simplesmente fingir que ele foi sorteado em certa promoção e ganhou um carro zero quilômetro. 

Para isso, o parlamentar só teve que pagar pelo terno da posse para concorrer ao prêmio…

Fonte: 

Chantagem:o uso das crianças para amordarçar o delator Durval


O delator Durnal Barbosa foi depor no último dia 11 de julho na Comissão Permanente de Disciplina da Polícía Civil do Distrito Federal. Sua ex-mulher Fabiani Christine Silva armou uma arapuca acusando-o  de praticar pedofilia com seus próprios filhos. O inquérito deve ter mais de 3000 páginas e ali constam os financiadores da farsa.

Seis funcionários do ex-casal prestaram depoimento dizendo terem sido procurados por Fabiani para incrimirarem Durval. A todos foi oferecido dinheiro e vantagens. Segundo Durval, e, quem está por tras da armação são seus algozes: o ex-governador José Roberto Arruda e o empresário José Celso Gontijo.

Até agora, Fabiani estava achando que derrubaria o ex-marido. Mas em breve a Justiça dará o veredicto. Ao que parece o juiz já está entendendo todo o jogo político, disfarçado de crime sexual, para trazer de volta  à cena o ex-governador Arruda derrubado pelas denúncias de Durval no esquema da Caixa de Pandora.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa

LARGA O OSSO...

Por Elton Santos - O que tem na cadeira de presidente da Câmara Legislativa? 

A interrogação se deve ao fato de uma simples constatação: apenas os que já experimentaram os assentos e benfeitorias do cargo é que sugerem a reeleição.

Nunca um deputado (não presidente) se levantou e propôs por conta própria a reel... Leia Mais

Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

Reguffe responde nota da revista IstoÉ

Verdade dos fatos

"Como deputado, agora, sou um dos poucos que tem 100% de presença no plenário, sem uma falta sequer". Leia mais

Fonte: Reguffe - 30/07/2012
Blog do Edson Sombra

PPS: não basta parecer, tem de ser !

Augusto Carvalho (PPS-DF)
No dia 06 de julho de 2012, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios apresentou ao Poder Judiciário uma ação de improbidade administrativa contra o ex-­ secretário de Saúde do DF, o deputado Augusto Carvalho (PPS/DF).

A ação é endereçada contra Carvalho e outras 04 (quatro) pessoas, Kaled Cosac Filho, Alberto Teixeira de Lima, Gustavo de Faria Franco e Marco Antônio Amorim.

Na ação de improbidade administrativa movida contra Augusto Carvalho o valor da causa, que corresponde aos danos aos cofres públicos, é de R$ 4.652.597,09 (quatro milhões, seiscentos e cinquenta e dois mil, quinhentos e noventa e sete reais e nove centavos).

No dia 10 de julho de 2012, a juíza Gislaine Carneiro Campos Reis determinou que os réus fossem notificados.

Após serem encontrados pelos oficiais de justiça, Augusto Carvalho e os demais réus terão 15 dias para apresentar defesa.

Com ou sem a defesa, a juíza irá apreciar um pedido liminar formulado pelo MPDFT.

Provavelmente, pedido liminar de indisponibilidade de bens, conforme previsão do sétimo artigo da lei 8429/92, conhecida como lei de Improbidade Administrativa.

Caso condenados, os réus terão que ressarcir integralmente os prejuízos aos cofres públicos, ficarão proibidos de manterem contratos com o poder público, estarão sujeitos à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e perda de aposentadoria.

O processo tramita na Quinta Vara de Fazenda Pública do Distrito Federal.

A turma do antigo Partidão, comandada pelo líder do PPS, deputado Roberto Freire (SP) virou as costas para Augusto Carvalho que ao longo dos anos vem fazendo uma mistura nas ideologias, que os puristas jamais admitem.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa

E VAI TER CANDIDATOS..??

Com a quantidade de partidos que pipocam por aí, vai ter candidato suficiente? 

Essa é a pergunta que não quis calar quando eu soube dessa: 

A Comissão Organizadora Nacional do novo partido político, o Partido Democrata Progressista (PDP), encaminhou ofício a ministra Cármen Lúcia, presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) comunic... Leia Mais

Fonte: Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

PF ouve mulher de Cachoeira sobre suposta oferta de propina a juiz

Policiais investigam a mulher de Cachoeira por corrupção ativa

 

A mulher do bicheiro Carlos Augusto Almeida Ramo, o Carlinhos Cachoeira, foi conduzida por agentes da Polícia Federal, na manhã desta segunda-feira, até sua delegacia em Goiânia para prestar esclarecimentos sobre uma suposta oferta de propina a um juiz federal.
 
Segundo a PF, Andressa Ramos Mendonça, teria feito "uma oferta ao juiz federal Alderico Rocha Santos de vantagem indevida com o objetivo de obter decisão judicial favorável ao réu (Carlinhos Cachoeira)". Leia mais
 
Fonte: Terra - 30/07/2012
Blog do Edson Sombra

Cachoeira S.A.: investigados da CPI movimentaram R$ 29 bilhões

 

Três relatórios confeccionados pelo PSDB a partir de documentos da CPI do Cachoeira mostram que os envolvidos com o bicheiro movimentaram R$ 29 bilhões entre 2002 e 2012. 

Oitenta por cento dessas operações ocorreram a partir de 2008. Pela construtora Delta, passaram, no mínimo, R$ 24 bilhões.


Cerca de R$ 7 bilhões deles tiveram origem ou destino numa conta da empreiteira no HSBC. A análise sobre a Delta não está completa.


Falta contar as transações feitas por meio do Bradesco, que não enviou os dados à comissão.


Um dos levantamentos, encomendado pelo senador Álvaro Dias, aponta os dez maiores depositantes da Delta. Leia mais

Fonte: Felipe Patury / Revista Época - 29/07/2012
Blog do Edson Sombra

Marina Silva compara Olimpíadas à emoção de ter sido alfabetizada

Ex-senadora carregou a bandeira com os anéis olímpicos no final da cerimônia de abertura dos jogos de Londres por seu ativismo na causa ambiental



Brasileira foi anunciada como 'líder e referência na luta pela proteção ao meio ambiente'

A emoção de carregar a bandeira olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos de Londres foi semelhante à que sentiu ao ser aprovada no curso de alfabetização, disse à BBC Brasil a ex-senadora Marina Silva. Leia mais 

Fonte: BBC Brasil - 29/07/2012 
Blog do Edson Sombra

NEGÓCIO LUCRATIVO




O deputado Miro Teixeira (PDT/RJ) entregou ao ministro José Cardozo (Justiça) e ao presidente da Câmara, Marco Maia, documentos com a negociação de dados telefônicos – duração, frequência e a data de ligações feitas e recebidas– de parlamentares. Valor cobrado: R$10 mil. Leia mais

Fonte: Cláudio Humberto - 29/07/2012
 
Blog do Edson Sombra

domingo, 29 de julho de 2012

CHEFE DA QUADRILHA PRESTA CONTAS À LEI 'JOSÉ DIRCEU'

 
Contra as mentiras contadas por Carta Capital em 40.000 exemplares financiados pela quadrilha petista, o jornalismo da VEJA, em 1.150.000 exemplares de total independência em relação a esta sofisticada organização criminosa do Mensalão.
 
O Mensalão que pagava políticos agora compra jornalistas. Amorins, nassifs, cartas, fortes, eduguins, cambada de sujos. Compra revistas, sites e blogs.
 
Fonte: CoroneLeaks - Coturno Noturno

Mensalão foi o maior escândalo de corrupção do país, liderado por criminosos, afirma Gurgel.

Em sua última manifestação formal antes do início do julgamento do mensalão, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, enviou aos ministros do Supremo Tribunal Federal um documento no qual afirma que o caso foi "o mais atrevido e escandaloso esquema de corrupção e de desvio de dinheiro público flagrado no Brasil". 
 
A expressão faz parte de um vasto memorial que foi entregue na última semana aos 11 integrantes do Supremo e obtido pela Folha. O julgamento começa na quinta.

Ao enviar o material, Gurgel visa facilitar o trabalho dos ministros, caso advogados contestem provas citadas pela acusação, ou afirmem que não existem indícios sobre um ou outro ponto. O que Gurgel fez foi pinçar das mais de 50 mil páginas do processo o que chamou de "principais provas" contra os acusados. Esses documentos (como perícias, depoimentos e interrogatórios) foram separados pelo nome de cada réu, em dois volumes.
 
Nos últimos dias, advogados de defesa também entregaram os seus memoriais. No texto em que Gurgel chama o mensalão de o mais "escandaloso esquema", o procurador retoma uma frase que usou nas alegações finais, enviadas ao Supremo no ano passado, quando havia dito que a atuação do STF deveria servir de exemplo contra atos de corrupção.

Agora, diz que "a atuação do Supremo Tribunal Federal servirá de exemplo, verdadeiro paradigma histórico, para todo o Poder Judiciário brasileiro e, principalmente, para toda a sociedade, a fim de que os atos de corrupção, mazela desgraçada e insistentemente epidêmica no Brasil, sejam tratados com rigor necessário". Em outro ponto, ele afirma que o mensalão representou "um sistema de enorme movimentação financeira à margem da legalidade, com o objetivo espúrio de comprar os votos de parlamentares tidos como especialmente relevantes pelos líderes criminosos." 

Em sua manifestação final, Gurgel tentou relembrar alguns detalhes fundamentais, como o papel do núcleo financeiro do esquema. "Impressiona constatar que as ações dos dirigentes do Banco Rural perpassaram todas as etapas do esquema ilícito, desde sua origem (financiamento), passando pela sua operacionalização (distribuição) e, ao final, garantindo a sua impunidade pela omissão na comunicação das operações suspeitas aos órgãos de controle", afirma. Ao resumir o que a ação contém, o procurador concluiu: "Colheu-se um substancioso conjunto de provas que não deixa dúvidas à procedência de acusação".(Folha de São Paulo)
 
Fonte: CoroneLeaks - Coturno Noturno

CONEXÃO EUROPA 'CARLINHOS CACHOEIRA'

Cachoeira: seus tentáculos passavam pela Europa
 
A CPI do Cachoeira acaba de chegar ao nome de uma empresa europeia com fortes ligações com a quadrilha de Goiânia.

Ela é sócia de várias empresas de Carlinhos Cachoeira e de outras “laranjas” que receberam recursos do esquema do bicheiro. Era uma das formas para viabilizar a entrada de dinheiro no Brasil.

Fonte: Por Lauro Jardim - VEJA

Laranja de Cachoeira, Andressa será investigada

Por trás das declarações públicas de amor eterno, há também grampos em que ela e o contraventor articulam a compra de propriedades rurais avaliadas em R$ 20 milhões no nome dela; Ministério Público pediu abertura de inquérito


Goiás 247 – Andressa Mendonça pode ser bem mais do que um rostinho bonito no enredo da Operação Monte Carlo. Dias atrás, ela e o namorado Carlos Cachoeira trocaram juras de amor eterno numa sessão da Justiça Federal, em Goiânia. 

Prometeram se casar após sua eventual libertação. Mas pode ser que o enlace ocorra na prisão. Isso porque a Polícia Federal suspeita que ela tenha sido laranja do bicheiro, preso desde 29 de fevereiro pela Operação Monte Carlo.

Documentos apreendidos pela Operação Monte Carlo revelam que Cachoeira adquiriu uma fazenda avaliada em R$ 20 milhões, nas proximidades de Brasília, e transferiu a propriedade para o nome da namorada. A intenção era fracionar os lotes e revendê-los por cerca de R$ 58 milhões.

A revelação está numa reportagem de Jailton Carvalho, do jornal O Globo (leia mais aqui). De acordo com sua apuração, a Ministério Público estuda abrir inquérito à parte para investigar o papel de Andressa Mendonça dentro da organização criminosa. A namorada do bicheiro começou a ser investigada depois que a PF descobriu um contrato de compra e venda em nome dela, no computador de Gleyb Ferreira, que é peça-chave na organização criminosa.

A compra da fazenda foi também tratada numa conversa entre o bicheiro e a namorada, que a orienta a passar seus dados ao contador Geovani Pereira da Silva. “Pega a empresa sua, passa pro Geovani o nome, CPF, tudo, pra escriturar 25% de uma área que nós compramos aqui, e põe ela no ramo imobiliário, tá! Loteamento, essas coisas, ok?”, diz ele. “Ok! Então tem que sentar com o meu contador, né? Mas eu já vou passar os dados, pra ele agora, pedir pra minha secretária passar”, responde Andressa.

Fonte: Palanque Capital

sábado, 28 de julho de 2012

Aécio promete não usar o mensalão em Minas

É uma decisão prudente, até porque o esquema nasceu com o PSDB mineiro e seu candidato à prefeitura de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, também ajudou Ciro Gomes a pagar dívidas de campanha de 2002 com recursos do valerioduto

Mensalão em Minas, não! Quem diz é o senador Aécio Neves (PSDB/MG), que prefere deixar o tema de fora da campanha eleitoral de 2012. “Não vou trazer a questão do mensalão para a campanha. Nem acho que devemos trazer", disse Aécio. "O STF tem a partir de sua composição, toda capacidade de fazer um julgamento técnico, sem se submeter a qualquer tipo de pressão. É o papel do Supremo, julgar, absolver ou condenar", completou.

É uma decisão mais do que prudente. Primeiro, porque o mensalão nasceu na campanha de reeleição do então governador tucano Eduardo Azeredo, em 1998. Segundo porque, no esquema do PT, em 2002, o então secretário-executivo de Ciro Gomes, Marcio Lacerda, intermediou um encontro da produtora de Ciro com Valério, para que fossem quitadas dívidas de campanha de R$ 345 mil. Lacerda, que hoje é prefeito de Belo Horizonte e é o candidato de Aécio, poderia hoje ser um dos réus da Ação Penal 470.

"Eu tenho dito aos meus companheiros do PSDB: "Vamos deixar que o Supremo (Tribunal Federal) cuide do mensalão, vamos cuidar das eleições"", enfatizou Aécio.

Fonte: Palanque Capital

A denúncia do Jamanta 'VERGONHA'

 
O sentimento com a paralisia do Governo do Distrito Federal é tão grande, que populares começam a se mobilizar pela internet e rede sociais.
 
O intuito é mostrar a verdade nua e crua, coisa que a mídia amordaçada não faz.
 
Um bom exemplo a ser retratado é da Rede BC, do apresentador Jamanta, que escancara os problemas das comunidades do Distrito Federal por meio da rede mundial de computadores..

Fonte: Rede BC / Blog do Odir Ribeiro
Postado por Do cafezinho

10 votos contra reeleição de Patrício


Está sendo classificada de desastrada a entrevista dada ao Correio Braziliense pelo presidente da Câmara Legislativa do DF, Patrício.

Tanto que os mais apressados acreditam que a emenda de reeleição da Mesa Diretora já pode ser considerada coisa do passado.

Isto porque ao fazer insinuações contra os parlamentares citados na denúncia da Caixa de Pandora, Patrício conseguiu fechar 10 votos contra o seu sonho de reeleição.

O parlamentar parece que esqueceu de alguns ensinamentos básicos da política. Falar o que não deve é um deles.

Fonte: Estação da Notícia
Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

Laranja da Delta movimentou R$ 9,2 milhões em três anos

Dados obtidos pela CPI do Cachoeira com a quebra de sigilo da GM Comércio de Pneus reforçam suspeitas de desvios

Construtora Delta obras no Maracanã 

Novos dados em poder da CPI do Cachoeira mostram que uma empresa de fachada usada pela construtora Delta recebeu, entre 2008 e 2010, 9,2 milhões de reais. A GM Comércio de Pneus, com sede em Goiânia, só existe no papel.

As informações em poder da Comissão Parlamentar de Inquérito também revelam que de 2008 a 2010 saíram das contas da GM 13,9 milhões de reais.  Leia mais 

Fonte: Veja.com - 27/07/2012
Blog do Edson Sombra

Destaque da semana na revista Veja: Dúvidas entre os juízes

Fonte: Revista Veja - Edição Nº Edição 2280 - 28/07/2012
Blog do Edson Sombra

Destaque da semana na revista ÉPOCA: Mensalão os fatos

Fonte: Revista Época - Ediça 741 - 28/07/2012
Blog do Edson Sombra

José Dirceu distribui texto negando existência do mensalão

Em documento entregue a jornalistas, ex-ministro da Casa Civil culpa Delúbio por caixa dois

 
O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu negou a existência do mensalão em um documento de 11 páginas distribuído nesta semana.

No texto, ele colocou a culpa no ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares pela prática de caixa dois para pagar compromissos assumidos em campanha eleitoral. "A defesa de José Dirceu entregue ao Supremo desmonta ponto a ponto as acusações feitas há sete anos. Os advogados mostram que nunca houve o chamado mensalão. O que de fato existiu foi a prática de caixa dois para cumprimento de acordo eleitoral, conduta irregular prontamente assumida por Delúbio Soares e o PT sobre a relação com partidos aliados em 2004", diz o texto.

As informações são do jornal O Globo. Leia mais
 
Fonte: O Globo - 28/07/2012
Blog do Edson Sombra

Destaque da semana na revista ISTOÉ: O julgamento do século

Depois de sete anos, o STF inicia o julgamento dos 38 réus do mensalão. Como a tendência é pela punição, o clima entre os acusados é de salve-se quem puder
 
HORA DA VERDADE
No plenário do STF, os 11 ministros começam a julgar o processo do mensalão na quinta-feira 2

Nesta quinta-feira 2, após sete anos de expectativa, o Supremo Tribunal Federal dará início ao julgamento mais emblemático da história política do País.

Durante esse tempo, o processo que apura a denúncia do esquema de compra de apoio parlamentar pelo PT ganhou volume e substância.

Nas suas mais de 50 mil páginas, há centenas de relatórios de diligências feitas pela Polícia Federal e o Ministério Público, além dos depoimentos de 394 testemunhas.

Os 38 réus, agora na iminência de serem sentenciados e acuados pela crescente pressão da opinião pública, demonstraram nos últimos dias que o instinto de sobrevivência já fala mais alto.

Em vez do discurso afinado, quase corporativo, que adotavam no início da ação, os acusados passam a trocar acusações às vésperas do julgamento.

As estratégias de defesa definitivamente mudaram. A regra que os advogados devem adotar no tribunal é a do cada um por si. Leia mais
 
Fonte: Revista IstoÉ - Edição 2229 - 28/07/2012
Blog do Edson Sombra

Justiça bloqueia conta do PTB para cobrir dívida de caixa 2

Partido de Roberto Jefferson deve R$ 1 milhão a uma agência de publicidade. Despesa não foi declarada à Justiça eleitoral como deveria

Roberto Jefferson é internado no Rio para retirada de tumor no pâncreas

Delator e réu no julgamento do esquema de corrupção que ele próprio batizou de mensalão, em 2005, o ex-deputado federal Roberto Jefferson foi reeleito presidente do PTB no dia 18, numa cerimônia em Brasília.
  
Recebeu elogios e abraços dos companheiros do partido.  

Para os desavisados, tudo parecia bem para a legenda, hoje com 21 deputados e seis senadores. Parecia.
 

ÉPOCA descobriu que, apesar do aparente clima de festa, o PTB enfrenta uma situação bastante adversa. 


A conta do fundo partidário da agremiação está bloqueada desde o final de junho por decisão judicial.
 

Com o bloqueio, os valores repassados pelo governo federal para a manutenção do partido devem ser destinados a pagar uma dívida de R$ 1 milhão com uma agência de publicidade. Leia mais
 

Fonte: Revista Época - 27/07/2012
Blog do Edson Sombra

Em novo documento, advogados dizem que Duda é ‘figura externa ao mensalão’

Em texto com alegações finais reformuladas, defensores do publicitário tentam reforçar diferença entre cliente e outros réus no processo

Para defesa de Duda Mendonça, ele é 'figura externa' ao esquema
Em novo texto entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), os advogados que assumiram este ano a defesa de Duda Mendonça afirmam que o publicitário responsável pelo marketing da campanha presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva em 2002 é uma "figura externa, alheia ao ‘esquema do mensalão’ e à ‘organização criminosa’".
O julgamento do caso no STF começa na quinta-feira, 2, e deve durar ao menos um mês e meio.

Duda Mendonça é acusado pela Procuradoria-Geral da União de receber cerca de R$ 10 milhões do chamado valerioduto em uma conta no exterior.
O publicitário responde pelos crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e gestão fraudulenta. Leia mais
 
Fonte: Jornal O Estado de São Paulo - 27/07/2012
Blog do Edson Sombra

sexta-feira, 27 de julho de 2012

BRB continua prejudicando seus correntistas, especialmente os servidores públicos do GDF

Nesta madrugada este blog recebeu o seguinte comentário de um leito prejudicado pelo BRB:

“WD,
São 3:45 da madrugada, acabo de chegar em casa super chateado, pois novamente o nosso banco BRB me passou a maior vergonha, pela centesíma vez.


Dias atrás fui abastecer meu carro no posto que fica ao lado do Shopingg Alameda e ao encostar par abastecer o frentista me perguntou qual a forma de pagamento. Falai que era com cartão na forma de débito. Leia mais

 
Fonte: Blog do Washington Dourado - 26/07/2012
Blog do Edson Sombra